NÃO SOMOS OS PRIMEIROS (produto usado)

Código: 3CTZQ7WQ3 Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Autor: Andrew Tomas
Número de páginas: 180
Editora: Melhoramentos
Tamanho: 21X14
Acabamento: Brochura
Estado do livro: Usado em estado bom. Capa com leve desgaste, bordas amareladas, miolo conservado.

SINOPSE

O avião antes de Santos Dumont, a penicilina antes de Fleming, as luas de Júpiter antes de Galileu, as viagens à Lua antes dos voos da Apoio, a ciência antes da ciência atual de que tanto nos orgulhamos. Este o tema do livro que você vai ler, escrito por Andrew Tomas, um inglês que não se conformou com alguns fenómenos e teve curiosidade de estudá-los.

Fenómenos como as pinturas que mostram Quetzalcoatl num navio de asas, na Cidade do México: como o santuário no interior do gigantesco Buda de bronze em Kamakura, obra-prima de metalúrgicos de 700 anos atrás; como o computador de pedra de Stone-henge, projetado e levantado em tempos remotos, por gente que se vestia de peles.
Tomas não faz ficção científica, nem romanceia os fatos. Trata de pessoas reais, lugares existentes e fatos autênticos, mostrando que:
—  em   outras   eras,   os   homens possuíam muitas das noções  científicas que temos hoje;
—  a capacidade técnica dos homens   da   Antiguidade   e   da   Pré-
 
História    tem   sido   imensamente subestimada;
— certas ideias avançadas dos antigos sobre ciência e tecnologia vieram de uma fonte externa desconhecida.
Num livro original, que no entanto coincide com as famosas obras de Peter Kolosimo e Erich von Dàniken (publicadas por Edições Melhoramentos nesta mesma coleção), Andrew Tomas formula várias perguntas que a ciência atual só pode reconhecer como irrespondíveis: Por que houve uma longa tradição de uma Idade de Ouro e não de um passado selvagem? O que levou os sacerdotes hindus e os filósofos gregos à discussão da possibilidade de existirem mundos habitados no espaço? Que explicação há para os autómatos e robôs registrados na mitologia e na história?

Uma resposta provável é dada pelo próprio autor: "Houve uma idade de ouro na qual os milagres da ciência eram tão comuns quanto agora. A fonte dessa ciência esquecida deve ser procurada tanto no Tempo como no Espaço".

Pague com
  • Mercado Pago
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Livraria Anunaki - CNPJ: 21.613.535/0001-08 © Todos os direitos reservados. 2018

Loja Virtual elaborada por Estúdio Vassão | www.estudiovassao.com